Abertas as candidaturas ao Programa Adaptar



No seguimento da publicação do Decreto-Lei n.º 20-G/2020, de 14 de maio, que estabelece um sistema de incentivos à segurança nas micro, pequenas e médias empresas, no contexto da doença COVID-19 – Programa ADAPTAR, foram abertas hoje as candidaturas a este sistema de incentivos através dos seguintes Avisos de Candidatura:


Aviso ADAPTAR MICRO – ADAPT-99-2020-01

Aviso ADAPTAR PME – SI-B9-2020-16

As empresas potenciais interessadas, poderão consultar o Processo de Registo das Entidades no Balcão 2020 para ajudar na preparação das suas candidaturas.

O utilizador tem ainda disponível um conjunto de informação, para consulta e ajuda ao registo no Balcão 2020 e preenchimento dos dados solicitados:


Perguntas Frequentes

Vídeos de apoio

Ajuda on-line

O Programa ADAPTAR visa apoiar as empresas no esforço de adaptação e de investimento nos seus estabelecimentos, ajustando os métodos de organização do trabalho e de relacionamento com clientes e fornecedores às novas condições de contexto da pandemia da doença COVID-19, garantindo o cumprimento das normas estabelecidas e das recomendações das autoridades competentes.

O sistema de incentivos desdobra-se em 2 modalidades: ADAPTAR MICRO e ADAPTAR PME.

Conheça abaixo todas as informações relevantes sobre este sistema de incentivos.

ADAPTAR MICRO

Beneficiários: Microempresas

Período de candidaturas: de 15 de maio até ao esgotamento da dotação

Dotação orçamental do aviso de candidatura: 50 milhões de euros

Investimento: Despesa elegível mínima de 500 euros e no máximo até 5 mil euros

Duração: Prazo máximo de execução de 6 meses, a contar da data de notificação da decisão favorável, tendo como data limite 31 de dezembro de 2020

Início de elegibilidade de despesas: 18 de março

Despesas elegíveis:

  • Aquisição de equipamentos de proteção individual necessários para um período máximo de seis meses para utilização pelos trabalhadores e clientes em espaços com atendimento ao público, nomeadamente, máscaras, luvas, viseiras e outros;

  • Aquisição e instalação de equipamentos de higienização e de dispensa automática de desinfetantes, bem como respetivos consumíveis, para um período máximo de seis meses nomeadamente, nomeadamente, solução desinfetante);

  • Contratação de serviços de desinfeção das instalações por um período máximo de seis meses;

  • Aquisição e instalação de dispositivos de pagamento automático, abrangendo os que utilizem tecnologia contactless, incluindo os custos com a contratação do serviço para um período máximo de seis meses;

  • Custos iniciais associados à domiciliação de aplicações, adesão inicial a plataformas eletrónicas, subscrição inicial de aplicações em regimes de «software as a service», criação e publicação inicial de novos conteúdos eletrónicos, bem como a inclusão ou catalogação em diretórios ou motores de busca;

  • Reorganização e adaptação de locais de trabalho e de layout de espaços às orientações e boas práticas do atual contexto, designadamente, instalação de portas automáticas, instalação de soluções de iluminação por sensor, instalação de dispensadores por sensor nas casas de banho, criação de áreas de contingência, entre outros;

  • Isolamento físico de espaços de produção ou de venda ou prestação de serviços, designadamente, instalação de divisórias entre equipamentos, células de produção, secretárias, postos ou balcões de atendimento;

  • Aquisição e instalação de outros dispositivos de controlo e distanciamento físico;

  • Custos com a aquisição e colocação de informação e orientação aos colaboradores e ao público, incluindo sinalização vertical e horizontal, no interior e exterior dos espaços;

  • Despesas com a intervenção de contabilistas certificados ou revisores oficiais de contas, na validação da despesa dos pedidos de pagamento.

Despesas não elegíveis:

  • Trabalhos da empresa para ela própria;

  • Aquisição de bens em estado de uso;

  • IVA recuperável, ainda que não tenha sido ou não venha a ser efetivamente recuperado pelo beneficiário.

Taxa de financiamento: 80% (incentivo não reembolsável)

Candidaturas: Submetidas através de formulário eletrónico simplificado disponível no Balcão 2020, no âmbito de aviso para apresentação de candidaturas publicado pelo COMPETE 2020. Cada empresa apenas pode apresentar uma candidatura.

Pagamento: 50% de adiantamento com validação do Termo de Aceitação; Pedido de pagamento final apresentado no máximo de 30 dias após a data conclusão do projeto, sendo o incentivo apurado com base em declaração de despesa de investimento elegível subscrita pela empresa e confirmada por contabilista certificado ou ROC.

Comunicação da decisão: 10 dias

Prazo de aceitação: 15 dias úteis

ADAPTAR PME

Beneficiários: Microempresas e PME

Período de candidaturas: de 15 de maio a 30 de junho de 2020 (19 horas)

Dotação orçamental do aviso de candidatura: 50 milhões de euros

Investimento: Despesa elegível mínima de 5 mil euros e no máximo até 40 mil euros

Duração: Prazo máximo de execução de 6 meses, a contar da data de notificação da decisão favorável, tendo como data limite 31 de dezembro de 2020

Início de elegibilidade de despesas: Depois da apresentação da candidatura

Despesas elegíveis:

  • Custos com a reorganização e adaptação de locais de trabalho e/ou alterações de layoutque permitam implementar as orientações e boas práticas das autoridades competentes no contexto da COVID-19, designadamente, medidas de higiene, segurança e distanciamento físico;

  • Aquisição e instalação de equipamentos de higienização e de dispensa automática de desinfetantes;

  • Aquisição e instalação de dispositivos de pagamento automático, incluindo os que utilizem tecnologia contactless;

  • Aquisição e instalação de outros dispositivos de controlo e distanciamento físico;

  • Custos com a aquisição e colocação de informação e orientação aos colaboradores e ao público, incluindo sinalização vertical e horizontal, no interior e exterior dos espaços;

  • Contratação de serviços de desinfeção das instalações;

  • Aquisição de serviços de consultoria especializada para o redesenho do layout das instalações e para a elaboração de planos de contingência empresarial e manuais de boas práticas;

  • Aquisição de serviços de consultoria especializada para a adaptação do modelo de negócio aos novos desafios do contexto subsequente à pandemia da COVID-19;

  • Custos iniciais associados à domiciliação de aplicações, adesão inicial a plataformas eletrónicas, subscrição inicial de aplicações em regimes de «software as a service», criação e publicação inicial de novos conteúdos eletrónicos, bem como a inclusão ou catalogação em diretórios ou motores de busca;

  • Despesas com a intervenção de contabilistas certificados ou revisores oficiais de contas, na validação da despesa dos pedidos de pagamento.

Despesas não elegíveis:

  • Trabalhos da empresa para ela própria;

  • Aquisição de bens em estado de uso;

  • IVA recuperável, ainda que não tenha sido ou não venha a ser efetivamente recuperado pelo beneficiário.

Taxa de financiamento: 50% (incentivo não reembolsável)

Candidaturas: Submetidas através de formulário eletrónico simplificado disponível no Balcão 2020, no âmbito de aviso para apresentação de candidaturas publicado pelo COMPETE 2020. Cada empresa apenas pode apresentar uma candidatura.

Pagamento: 50% de adiantamento com validação do Termo de Aceitação; Pedido de pagamento final apresentado no máximo de 30 dias após a data conclusão do projeto.

Comunicação da decisão: 20 dias

Prazo de aceitação: 30 dias úteis

Consulte aqui o Decreto-Lei n.º 20-G/2020, de 14 de maio.


Documentos necessários:

a) Certificado PME

b) Certidão permanente

c) Declarações não dívida Segurança Social e Finanças

d) Inscrição da empresa no portal www.portugal2020.pt

e) Tipo de despesas:

  • Equipamentos de protecção individual para colaboradores e clientes

  • Equipamentos de Higienização e de dispensadores de desinfectantes e consumíveis

  • Reorganização de locais de trabalho e de lay-out de espaços

  • Contratação de serviços de desinfestação

  • Isolamento físico de espaços de produção ou venda

  • Sinalização vertical ou horizontal

  • Custos associados a serviços de entregas e teletrabalho

  • Outros dispositivos de controlo e distanciamento social


São necessários orçamentos e facturas de despesas já efectuadas desde o dia 18/03/2020


Prepare hoje a sua candidatura.


© 2020 acigaia -todos direitos reservados-
  • Facebook
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now